Você possui qualificações para as funções de babá?


Existem muitas escolas que preparam a profissional para exercer as funções de babá.
Muitas empregadas domésticas procuram vagas de babás.
Você está preparada para assumir tão almejado sonho que é trabalhar como babá?

Trabalhar com crianças exige conhecimento, qualificação e, sobretudo disposição.
Trabalhar com criança é um constante desafio requisitando-nos qualidades que serão testadas no convívio diário.

Para ser babá não basta gostar de criança, é necessário conhecê-la e acima de tudo testar as nossas aptidões.

Esses são apenas alguns dos requisitos para exercer a profissão de babá.

  • Afinidade com crianças: 

É necessário gostar de criança, sentir prazer na convivência com bebê ou crianças maiores. Ser participativa e capaz de regredir a faixa etária da criança com responsabilidade.

  • Tranqüilidade: 

Caminhar ao lado da criança oferecendo recursos para que ela possa torna-se segura, confiante e independente, respeitando sempre o seu ritmo.

  • Humildade: 

Nunca esconder fatos e situações ocorridas, pois quebrando o elo de confiança não encontrará mais colocação, já que as referencias são fundamentais.

  • Afetividade: 

Ser capaz de demonstrar afeto pela criança através de gestos, sorrisos, palavras sem se tornar excessivamente pegajosa ou inconveniente, o que desagrada os pais.

  • Disponibilidade: 

Estar sempre disponível para cumprir horários e rotina da criança

  • Responsabilidade: 

Sentir-se responsável pela criança, pela satisfação das suas necessidades básicas compreendendo a importância de estar preparando-a para a vida.

  • Vigilância: 

Estar sempre vigilante e atenta, a criança é muito rápida e imprevisível nos seus movimentos, reações e curiosidade natural.

  • Assiduidade: 

Não falar no trabalho por qualquer motivo, pois a criança forma vinculo afetivo e não compreende os motivos que explicam a sua ausência.

  • Idoneidade Moral: 

Está com a documentação em ordem, apresentar carteira assinada ou carta de referencia registrada em cartório sobre os últimos dois empregos.

  • Flexibilidade: 

Adequar-se às normas da família mesmo que não concorde, ou a mudanças inesperadas, alterações de horários (viagens), visitas, passeios etc. 

  • Autocontrole: 

Nunca perder o controle emocional ou sentir-se ameaçada pela criança, pelos pais ou por situações de risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram